Como levar medicamentos para o Canadá?
Como levar medicamentos para o Canadá?
julho 5, 2021
Vem com mala ou vem com de caixa?
Vem com mala ou vem com caixa?
julho 27, 2021

Á partir de hoje, vou relatar o meu passo a passo do Brasil até o Canadá. Eu acredito que posso ajudar você com algumas, ou muitas fases desse processo. Durante o período de tomada de decisão, eu senti muita falta de informação rica e por isso, aqui estou para contribuir com a sua jornada! É importante dizer que esse ‘Diário de Bordo’ será dividido em algumas partes, para não ficar tão longo e facilitar a sua leitura. Esta é a parte 1!

Para começar, vou me apresentar bem rapidinho. Eu sou a Gabrielle Gentil, tenho 37 anos, tenho uma filha maravilhosa que tem 20 anos e sou casada há pouco mais de 3 anos. Nascida e criada em São Paulo capital, fiz faculdade de Administração de Empresas e trabalho com Marketing há bastante tempo!

Casamento Gabi e Caio Gentil

Casamento Gabi e Caio Gentil

A ideia de imigrar para o Canadá nasceu há uns 6 anos atrás. Meu marido tinha esse sonho (na época era meu namorado) e depois de algumas conversas, começamos a nossa pesquisa. Há princípio, nosso foco era imigrar para a província de Manitoba. O tempo foi passando, enfrentamos alguns contratempos e isso fez com que os planos fossem adiados. Enfim, resolvemos fazer um intercâmbio em Calgary e passar a última semana na cidade onde pretendíamos morar e foi a melhor decisão que tomamos!

Embarque para intercâmbio em Calgary

Embarque para intercâmbio em Calgary

Embarquei para Calgary em Agosto de 2019 e quando cheguei e saí do aeroporto, me senti em casa. Um sentimento estranho e gostoso! Um policial com chapéu de cowboy me perguntou se eu precisava de ajuda e ali me senti acolhida. Tão acolhida que destravei meu inglês conversando com ele! As 3 semanas em Calgary foram incríveis. Estudamos inglês, fizemos amigos, passeamos, fizemos tudo o que tínhamos direito! Fomos para Manitoba, na cidade de Winnipeg. Encontramos um casal de amigos queridos por lá, passeamos, conhecemos o que deu tempo, mas o nosso coração tinha ficado em Calgary! Logo depois, voltamos para o Brasil.

Aí de fato começou a nossa batalha para imigrar! Com a província e cidade escolhida, partimos para a busca de informações e profissionais que poderiam nos ajudar. Não vou mentir, caímos sim em alguns “contos do vigário”! Conversamos com diversas empresas de imigração. Uma delas nos cobrou C$400 dólares pela consulta e após a conversa, nunca mais respondeu nossas mensagens, nem mandou os materiais prometidos. Nos deparamos com consultores nos vendendo “conto de fadas” e outros que complicaram todo o nosso planejamento.

Em outubro de 2019, em uma dessas buscas encontramos a Student Pathways. Marcamos um call com a Fernanda Isquierdo, Consultora Regulamentada de Imigração Canadense e definimos que meu marido iria com o Study Permit e eu com Work Permit. Participamos de um evento deles em um Hotel em São Paulo e saímos de lá com o College do meu marido definido!

Por mais que seja tentador dar entrada no processo de visto sozinho, existe a possibilidade de errar algo, deixar passar algum “detalhe” e ser reprovado, e para não corrermos esse risco, resolvemos contratar a Project Canada Immigration para fazer nosso processo e foi outra boa escolha! Com a assessoria da Project Canada Immigration, passamos por todas as fases. Reunião de documentos, traduções juramentadas, exames médicos, biometria, tudo feito! Finalmente, em 19 de Fevereiro de 2020, finalizamos essa parte do processo, agora era só esperar por, mais ou menos, 9 semanas para recebermos a resposta do Governo Canadense.

Até que, a pandemia chegou…

Em breve, publicaremos a parte 2! Aguarde e enquanto isso, deixe os seus comentários!

Artigo e relato por Gabrielle Gentil.

Leia também: 4 formas de cuidar de sua saúde mental durante o processo de imigração!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *